quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

EDITORIAL


Um novo Blogue ou um Blog novo?


Cá estou eu! Um dia tinha de ser.

O Luís já me tinha dito que eu devia criar um blog. Ou um blogue, como agora parece que se escreve. O que pode ser curioso se pensarmos que, por um lado, estamos a retirar da nossa língua escrita os pês e os cês e outras coisas interessantes, e ao que parece supérfluas, aproximando o nosso português do português do Brasil; e por outro estamos a aproximar o inglês do português de Portugal acrescentando us e és no final das palavras inglesas acabadas em g, entre outras novidades de igual delírio imaginativo.
É deixá-los!
Mas ainda a respeito do blog (desculpem lá mas, para mim e por enquanto, stande é stand, ateliê é atelier e blogue é blog!) devo dizer que ainda resisti durante uns tempos. Mais por falta de disponibilidade para me dedicar à "blogomania" do que por resistência efectiva.
Por fim, comecei timidamente a mexer nas ferramentas. E a pensar no que queria fazer.
Para que deve servir um blog?
O que quero fazer com este blog?
Pois bem: a linha editorial é a da escrita. Criativa. O que pode incluir listas de compras, por exemplo, porque, para mim e em certo sentido, toda a escrita pode ser criativa, até as listas de compras ou os menus dos restaurantes. A fundamentar esta minha ideia, vejam-se alguns e-mails que correm aí em liberdade pela net, com imagens genericamente classificadas como "Portugal no seu melhor": mais criativo não se pode ser!


Aqui está o que eu considero um fabuloso exemplo de escrita criativa!
De qualquer modo, gostaria que este blog pudesse ser, em simultâneo, aquele local onde vou passar a colocar os meus escritos em substituição da gaveta, mas também o local onde podem aparecer outros escritos, de amigos e conhecidos, e até de gente que nunca vi mais gorda mas que goste de escrever, escreva bem e queira participar.
Será, por isso, a minha obra editada e, ao mesmo tempo, a minha editora para obra de outrem.
E gostaria que fosse, também, um ponto de encontro para discussão e reflexão. Sobre tudo e todos. Para reflectir por escrito. Para criar caminhos alternativos, marginais e plurais. Para abrir portas e janelas, escancarar os horizontes e, se possível, criar um grande estardalhaço à volta do statu quo.
É que eu não gosto do statu quo. E por isso, lanço já, agora e aqui, um primeiro desafio: como se muda o statu quo da cultura em Portugal?
Nota: não vale responder "com a demissão da Ministra da Cultura!" Isso já está, desde ontem à tarde, mas não significa o extermínio da raça: o senhor que se segue é advogado, ligado à banca e administrador do Berardo - muito próprio, sem dúvida.
Fico à espera dos contributos. E das críticas e sugestões.

2 comentários:

Fernando Reis disse...

Alors, bien venue ao mundo dos blog(s/ues).
Pela amostra, vai ser um abanão no status, ou no quo, ou talvez mesmo em ambos.
Com uma linha editorial esrita, significará isto que não haverá videos do youtube e outros?, nem ficheiros audio, nem imagens?
E ainda por cima criativa, sei lá, o que hei-de dizer a um projecto destes?
Sinceramente, parece-me que este tipo de gaveta é muito mais interessante que a outra onde até agora guardavas os escritos, e sei lá mais o quê...
Quanto à Cultura, o que posso eu dizer, a não ser que no final da leitura deste primeiro post (ou texto, ou mensagem?) me sinto mais culto?
Pelo menos, fiquei a saber que há manteigas, presuntos e queijos a 19 €, algures.

Ana disse...

Até que enfim uma alternativa à gaveta!!
Não é que não continue a preferir um bom caderno escrito, rabiscado, cheio de desenhos alusivos (ou não!), daqueles que vão amarelecendo e ganhando um cheirinho característico enfim, envelhecendo com o tempo, como nós (tirando a parte do amarelecendo e ganhando cheirinho, penso...!XD)... Mas a verdade é que nos tempos que correm, até os próprios caderninhos começam a ficar caros e os materiais de que são feitos já não envelhecem da mesma maneira encantadora... (ó prá minha observação de carácter profissional!!! eh eh)
Já desde há muito que também achava que semelhante criatividade devia ser partilhada!
Desejo-te muita sorte e felicidades neste novo mundo virtual!!
bjs