quarta-feira, 14 de maio de 2008

HASTA SIEMPRE, COMANDANTE!

Por Madalena S.

Nascido em Rosário, Argentina, a 14 de Maio de 1928 - embora os documentos oficiais apontem para 14 de Junho - Ernesto Guevara foi o último dos grandes aventureiros, na busca constante de uma causa para defender.

A sua execução pelo exército Boliviano, em 9 de Outubro de 1967, colocou-o no panteão dos grandes mitos, romanceando a sua figura e transformando em lenda tudo o que rodeou o seu fim aos trinta e nove anos, desde as mãos decepadas, passando pelo desaparecimento do corpo, só descoberto numa vala comum trinta anos mais tarde, até à frase destemida que lhe é atribuída como tendo sido pronunciada na hora da morte: "Dispara cobarde, estás apenas a matar um homem!"

Não tivesse sido assassinado e o Che faria hoje oitenta anos e, se calhar, seria apenas um velhote simpático do folclore cubano para turista ver. Se... apenas se...

A foto que aqui deixo é, muito provavelmente, uma das mais reproduzidas do mundo e transformou-se numa referência para gerações inteiras cujas t-shirts informais e os posters nas paredes repetiram este símbolo até à exaustão, homenageando o herói dos oprimidos e dos mais fracos.

A história faz-se da coragem dos homens e da preservação das memórias.

HASTA SIEMPRE, COMANDANTE!




3 comentários:

Dinis Lapa disse...

"It is better to die on your feet than to live a lifetime on your knees!" Zapata

con tu querida presencia comandante che guevara! hasta siempre!

N disse...

"Éramos doze barbudos com sete armas percorrendo as montanhas. Possuíamos, em compensação, o que os soldados tiranos nunca tiveram: um ideal pelo qual lutar".

Comandante Ernesto "Che" Guevara de la Serna.

L.C. & H. F. disse...

Ecce homo!

Há homens que são poetas porque escrevem poesia, há outros que são poetas porque a sua vida poesia.

L.C.