sexta-feira, 1 de agosto de 2008

O FIM DE SEMANA

Por Madalena S.


À minha amiga Bela, uma loura com alguns pecados,
não muito graves mas muito originais!

Já o sol ia alto sobre as nuvens cor-de-rosa, quando JC acordou. Levantou-se vagarosamente e dirigiu-se à secção das nuvens azuis onde Pedro, sentado à secretária junto dos grandes portões de ouro maciço, fazia o check-in dos futuros residentes, resignada e ordeiramente enfileirados por Gabriel.
JC chegou junto de Pedro e soprou-lhe ao ouvido:
- Estou chateado que nem um peru!
Pedro respondeu entre dentes, para que o casal de futuros residentes que nesse momento assinava o registo não ouvisse:
- E que queres que eu faça?
- Dá-me um passe de fim-de-semana.
Pedro ficou vermelho, soprou com força deitando fora todo o ar que tinha nos pulmões e, com um ligeiro acenar de cabeça, chamou Simão para o substituir.
Pegou num braço de JC e afastou-se em direcção à área neutra das nuvens brancas.
- Outra vez a mesma conversa? Ainda não percebeste que tens responsabilidades? Não és um qualquer! Que digo se o teu pai me perguntar por ti?
- Que fui em missão.
- Que missão?
- Então? … Sei lá… converter um ou dois transviados…
- Que transviados, que história é essa??!! A tua época de conversões já passou.
- Não sejas assim, Pedro. É só um fim-de-semana.
- Ahhhhh…. não sei, não… – gemeu Pedro, martirizado pelos olhos suplicantes de JC. Continuava a ser quase impossível resistir àquele olhar. – Está bem, então. Um fim-de-semana. E se o teu pai perguntar, foste converter… sei lá… um pecador proeminente, para justificar teres ido tu próprio.
- O Bush?
- Esse não tem conversão possível. Já está na listagem do nosso amigo lá de baixo.
- Bom, então… uma pecadora… uma prostituta… uma pecadora arrependida…
- Outra? Tens mesmo um fraco pelas arrependidas…
- Que queres? Comovem-me.
Pedro tirou um fio com uma chave pendurada da algibeira do seu albornoz branco e entregou-o a JC.
- Aqui tens. Agora vê lá. É para estares aqui no domingo à noite. Sem falta.
- Fica descansado. O sábado à noite é que me interessa. Vou até Las Vegas. É onde se encontram as melhores pecadoras. E as mais louras e com maiores pecados!
E JC afastou-se em direcção à zona de descida, montando num raio de sol direito ao deserto do Nevada.

4 comentários:

Dinis Lapa disse...

A verdadeira cidade do pecado é uma utopia.

Beijinhos e continuação de um bom Verão, cara amiga.

Dinis Lapa disse...

Era uma nova versão da numeração romana :P

Ana disse...

JC Superstar!! LOL
Um dia vou a Las Vegas e ainda acabo a casar o JC!!
O que dizes Tia Bela??!

henrique disse...

O que é isto??????
JC?!?! Las vegas?
e pronto... a outra passou-se!!